sábado, 27 de outubro de 2007

A Menina do Farol


Todas as tardes a Menina sentava-se junto ao Farol, ficava quieta, pensava!

A sua vida era dividida entre a casa e a escola...quem sabe se iria ali à procura de um pouco de paz, tranquilidade, conforto. A imensidão do mar dava-lhe alento, a adoração por aquela construção solitária, era para ela o escape do mundo real... Ficava ali durante muito tempo, quem sabe desabafando... contando as suas amarguras e desalentos a sua tristeza ou a sua alegria...

O Farol ouvia-a escutava-a e confortava-a com a sua altivez e o seu silêncio.

Era tão importante aquele tempo de cumplicidade, a Menina e o Farol...

Mas a certa altura a Menina deixou de aparecer e o Farol ficava ali só...sentindo o mar, o céu, o vento, mas... Agora só!

Tal como a Menina, também eu gosto da magia, do encanto que tem o Farol, agora até eu vou visitá-lo, nada sei sobre o que aconteceu à Menina, mas garanto que sinto... sinto o que ela sentia... a vida continua... e o Farol está sempre ali para aconchegar o coração daqueles que sentem a sua importância.

Quanto à Menina, gostava de a encontrar, falar-lhe, partilhar com ela toda esta magia e quem sabe sermos amigas... assim como eu sou... Amiga do Farol!

Fátima

Autor: Miguel Afonso

14 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Querida Fátima,

todos temos na Vida um Farol...ou algo semelhante!!!!
por vezes os desencontros desfazem essas parcerias, por vezes reencontramo-los.outras não!

Mas sempre senti um carinho grande por "estórias" de faroleiros e de faróis...eles são os guardiões do MAR!!!!
BJKAS

O Sibarita disse...

Oi Fátima, o farol seja ele qual for é o balisador dos caminhos na nossa existencia como encarnados.

Bom texto!

bjs
O Sibarita

Silent Raven disse...

Um texto muito belo.

Beijinhos

Silent Raven disse...

Olá outra vez...
sim, está à vontade para me adicionares... Se não te importares, também te vou adicionar aos meus.

Beijo

Gui disse...

Todos nós precisamos na vida, de um farol que nos guie. Tu encontraste o teu. Um beijo

Gui disse...

Todos nós precisamos na vida, de um farol que nos guie. Tu encontraste o teu. Um beijo

O Profeta disse...

Posso visitar o teu farol, quem sabe se não conseguimos encontrar a menina?


Doce beijo

Crítica e denúncia disse...

Olá amiga o Farol !
é você o Farol a iluminar o caminho das pessoas com suas palavras lindas, passando uma mensagem positiva, de amizade.
Fico feliz em saber que você é membro dos 44 este grupo de blogueiros corajosos que tem o ideal comum de irradicar a miséria no mundo.

O blogue S.O.S. Miséria foi inaugurado hoje, venha visitar.

Bjm
alda

Oliver Pickwick disse...

Olá, Fátima! Obrigado por retornar à minha página, e, também, ao convite para o desafio. Já aceitei.
Aproveitei pra ler a história da menina e o farol. Tocante.
Tenha o melhor dos dias, e muitos faróis na sua vida.

Rui Caetano disse...

O nosso farol de caminho encontra-se agarrado às nossas ideias e aos nossos sonhos, todos precisamos de um guia, de umã linha de horizonte.

Murmurios disse...

Todos procuramos um farol para nos guiar...a tua menina deve ter encontrado o dela

Beijinhos amiga

oceanus disse...

...muito bonita a tua "estória"... talvez fosse interessante desenvolver e continuar...o que me dizes?


beijinhos do fundo do Oceanus

Artur.S disse...

Vou começar a ver os farois com outro olhar! :)

marias disse...

Olá Fátima dei mais uma volta no teu blog e gostei muito deste texto.
Se um dia vires essa menina, diz-lhe que também quero ser amiga dela, agarra-lhe na mão e diz-lhe anda vem comigo vamos ver o mar!...e fazer companhia ao farol...
Estarei lá por perto, quem sabe numa onda do mar onde gosto de me imaginar!...